24 janeiro 2015

A minha mãe é uma crente #2

Ontem houve noitada da grossa. E, confesso, aos 30 as noitadas já não são tão frequentes como aos 25. Digamos que a energia e disposição já não são as mesmas.... Adiante. Senti-me na obrigação de me emperiquitar toda e abusar naquele batom novo liiiindo que comprei na Kiko.

Já ia quase a sair porta fora quando a minha mãe me aparece ao caminho, me olha de alto a baixo e pergunta com um ar muito crítico, apontando para a minha mini saia:

- "Vais sair assim?"

Franzi uma sobrancelha e estive vai, não vai, para lhe dizer que sim, e que além disso ia a uma antiga casa de meninas (Pensão Amor - vão lá, que vale a pena!). Só assim, para a irritar um bocadinho. 

Já ia escada abaixo quando a senhora abre a porta de casa e me diz lá de cima:

- "Não bebas álcool!".

Yeah....right!

8 comentários:

  1. ihihihi são todas iguais as mães!!

    ResponderExcluir
  2. Estas mães são tão mas tão cotas, caramba
    Kis :>}

    ResponderExcluir
  3. nunca vão deixar de fazer esses comentários... nem que fossemos vestidas dos pés à cabeça e jurássemos a pés juntos que não bebemos! :P

    ResponderExcluir
  4. Aos 30 ainda vives com a tua mae?

    ResponderExcluir