15 novembro 2015

Do lado de cá


Tempos houve em que não conseguia imaginar a minha vida sem escrever. Escrevia em todo o lado - em diários, em folhas soltas, em cadernos, em blogs... Hoje passo semanas, meses, sem escrever. Agora mesmo estou aqui num vai, não vai, se escrevo isto ou não. Na volta apago tudo antes de publicar ou guardo como rascunho.

É que tenho tanta coisa para dizer, tanto sobre o que falar e dos dedos nada mais me sai a não ser linhas. Rectas. Curvas. A preto. A cores. Deixei de saber exprimir-me por palavras.

Que tipo de blog será este se, daqui para a frente, me destilar em imagens? 

3 comentários: